Marcadores

Seguidores

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Rota da Luz


 
ROTA DA LUZ

Me perdi no vôo solo, elevada,
Quando nuvens apagaram rastros
De um arco-íris no porta retratos
Daquela tarde de asas ao nada.

E ali pousei meu concreto cansaço
Entre o branco e preto da estiagem
Querendo revoadas na passagem
Em azulados sonhos a cada passo.

E sonhei no cosmo com teu abraço
Escrevi no céu meu doce aconchego
E sobrevoei bem perto do chamego
Das tuas asas que me faziam encalços.

E pairas sobre mim em volteios
Colorindo as esperas, me induz
Ao centro do desejo, nossa luz,
Iluminados de amor e gorjeios.

Vilma Piva
Direitos Autorais Reservados ®

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo carinho da sua leitura!
Deixe seu comentário, ele é muito importante!