Marcadores

Seguidores

sábado, 31 de outubro de 2015

Coração Calado



CORAÇÃO CALADO

Sagrou-se o canto em teu peito 
e amorosamente me cingiu 
de silêncios em doces feitos,
traduziu-me e daqui não mais fugiu. 


Visitou-me prisioneira do amor
Nas celas da saudade coronária
Sem que se possa falar dessa dor
Sem sonhos e vida solitária.

Ouviu meu coração calado, silente,
Querendo gritar o amor que viveu
Preso, agoniado, sobrevivente

Quando esbarrei na voz que me prendeu
Condenando-me a falar somente
Às grades que um dia me comoveu.



Vilma Piva
Direitos Autorais Reservados ®

sexta-feira, 30 de outubro de 2015

Puro Prazer



PURO PRAZER

Embebes –me de amor  em ti, paixão,
Enlaçado aos meus seios afogueados
Quando passas teu rosto em exploração
E crestam os desejos assanhados.

Delicio-me de prazer sem hesitação
Sobre teu corpo atento, aguçado,
 Ao vicio do meu ventre em tesão
Querendo nosso gozo mais arrojado.

Fartas-me da tua carne pulsante
Ao cerne do fogaréu em delírios
Encaixada ao teu sexo picante

Vivo e remexo ao som gritante
Do teu gozo viril, qual um círio
Em chama de ardência abrasante.



Vilma Piva
Direitos Autorais Reservados ®

quinta-feira, 22 de outubro de 2015

Folha



FOLHA

Baila em ondas
no ar, folhas a dançar,
gira e me sondas!

Vilma Piva
Direitos Autorais Reservados ®

sábado, 10 de outubro de 2015

Vozes





VOZES

Vibram as vozes
que na multidão ressoam,
elas ecoam velozes.



Vilma Piva
Direitos Autorais Reservados ®


terça-feira, 6 de outubro de 2015

Beijo da Saudade



Beijo da Saudade 

A saudade beijou meus lábios calados
E tua saliva umedeceu minha boca
Com águas de desejos de eldorado
Retirando a água salobra quase louca.

E minha língua murmurou o desejo
De beijar-te mais uma vez, o´amado,
Unindo nossos lábios num último lampejo
Alertando-me que teus lábios são meus aliados.

E convenceu-me dessa tal vontade insaciada
Ao manter-me unida ao mel dessa saudade
Beijando-te ao encontro da nossa morada

Onde o amor existe em nossa imensidade
Em beijos, toques, olhares e mãos dadas
Emoldurados nos perfis da nossa intimidade.

Vilma Piva
Direitos Autorais Reservados ®




segunda-feira, 5 de outubro de 2015

Flor do Amor




Só a flor do amor
floresce, enrubesce,
Na cor do vigor!


Vilma Piva

Direitos Autorais Reservados ®