Marcadores

Seguidores

sábado, 7 de novembro de 2015

Pedido a um coração






PEDIDO A UM CORAÇÃO

Trancaste o coração no peito
Sob pena de não mais sentir emoção
Deixá-lo quase inerte, desfeito
Em solidão e sem qualquer ilusão.

Pobre infeliz! Sem ter um jeito
De se aquecer no amor e paixão
Paga por sua letargia no peito
Atravessando frios em noites em vão.

Ah coração !Peça liberdade,
Bata forte, pois tens o direito
De se emocionar com vontade,

De sonhar, livre, sem preconceito
Abrigar todos os sentires eleitos
Comandante dentro desse peito!

Vilma Piva
Direitos Autorais Reservados ®

3 comentários:

  1. Olá Vilma.
    Perder a capacidade da emoção e do sonho é perder um pedaço importante da vida.
    Uma boa semana.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  2. Obrigada amigo Pedro, pela companhia aos meus versos. Bjs

    ResponderExcluir
  3. Obrigada amigo Pedro, pela companhia aos meus versos. Bjs

    ResponderExcluir

Obrigada pelo carinho da sua leitura!
Deixe seu comentário, ele é muito importante!