Marcadores

Seguidores

quinta-feira, 22 de maio de 2014

Breve Flor




BREVE FLOR

Já é outono.....
E eu brincando de florescer
nos ramos da poesia.

Serei rosa, dália ou camélia?
Ou as mil flores das hortênsias azuis
que enfeitam sonhos nos corações?

Apenas sei que sou uma pétala
da flor do amor, uma pequena essência
da forte fragrância da vida
e que hoje fui concebida 
 flor, amorosamente breve.

Vilma Piva
Direitos Autorais Reservados ®

11 comentários:

  1. Vilma querida Poeta tua lira sempre emociona e surge repleta de imagens maravilhosas! Parabéns pela criação !Um beijo de violetas

    ResponderExcluir
  2. Delicados versos, querida Poeta! Beijos

    ResponderExcluir
  3. Hoje passando para deixa "AQUELE ABRAÇO". 22 de Maio dia do Abraço. Tem um selinho para você. Abraços iluminados...

    ResponderExcluir
  4. Muito belo, Vilma.
    Dos versos desprende uma imagem, amorosa, mas não breve.

    Bom fim de semana.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Também o outono traz flores, belas e perfumadas. Sempre breves, porém, como a vida de todo o ser.
    Beijinho.

    ResponderExcluir
  6. "Flor amorosamente breve" Que maravilha de poema! No outono as flores se desfazem mais facilmente, mas a sua beleza permanece. Um abraço.

    ResponderExcluir
  7. Por cá é Primavera...
    Daqui a seis meses acertamos as agulhas!...
    Beijinho para si!

    ResponderExcluir
  8. Uma imagem poética maravilhosa.
    Beijo e bom domingo.
    Graça

    ResponderExcluir
  9. Olá, Vilma, tudo bem ?
    Boa noite.

    As flores. Sempre as flores. O perfume, das flores.

    Um abraço.

    ResponderExcluir
  10. Estava com saudade de seu espaço.
    Delicados versos.

    Dias iluminados. bjs.

    ResponderExcluir

Obrigada pelo carinho da sua leitura!
Deixe seu comentário, ele é muito importante!