Marcadores

Seguidores

domingo, 31 de março de 2013

Selo Comemorativo - 300 Seguidores


Queridos Amigos,

" Felicidade é a certeza de que temos amigos
 e que com eles alcançamos o inimaginável."
Vilma Piva


Estou muito feliz! 
Trezentos  seguidores é uma marca para se comemorar  com muita alegria!!

É a certeza de que compartilhar da minha poesia 
abriu  um novo mundo onde se fez a diferença com a expressiva marca de amigos apoiando e valorizando minhas postagens.

Agradeço do fundo do meu coração cada um que optou por me seguir, e que hoje é parte 
desse seleto rol de amigos que muito me orgulho!!

À todos vocês, ofereço com todo carinho o selo comemorativo desse dia feliz e com o meu sincero agradecimento!

Fiquem à vontade e levem esse mimo com vocês!!




OBRIGADA DE CORAÇÃO !!


Vilma Piva
Direitos Autorais Reservados ®

quinta-feira, 28 de março de 2013

De Amor e Prazer



"Só o riso, o amor e o prazer, merecem revanche.
O resto, mais que perda de tempo, é perda de vida."
Chico Xavier


DE AMOR E PRAZER

Amor e prazer
Nem sempre basta querer.

Há de sentir paixão
Num paraíso de dores.

Atravessar mundos
Descobrir flores.

Mergulhar tardes caídas
Num coração de sonhos.

Atravessar labirintos
Escalar chuvas de felicidades.

Sorrir de contentamento
Alcançar o Nirvana
E luzir auroras de vidas.



Vilma Piva
Direitos Autorais Reservados ®

quinta-feira, 21 de março de 2013

A Moça na Janela do Trem




A MOÇA NA JANELA DO TREM 

Frente ao tempo que passa pelo trilho
A moça na janela do trem olha  distante,
Bem prá trás, num canto em estribilho,
O evocar de uma saudade itinerante.

Percorre seu olhar em doces lembranças
Acompanhada da menina que feliz sorri
Daquele tempo pé descalço em andanças
A brincar de roda cantando igual a Juriti.

Todo o caminho na lembrança faz parada
Recordando ruas, vilas, campos, cidades.
No vagão dos momentos felizes, amada,

A moça tenta fugir da danada saudade
Que faz brotar uma lágrima amargurada
Ao tentar encontrar a estação felicidade.


Vilma Piva
Direitos Autorais Reservados ®

sábado, 16 de março de 2013

Sedas Vitais


SEDAS VITAIS

Os lençóis no templo da nossa cama
são altares que retornam nossos ais
impregnados das nudezas vitais
nas inquietas sedas que nos amam.

E sobre o travesseiro dos ardores
redobro os murmúrios ao desfibrar
boca à boca a saudade de nos amar,
emaranhados em panos de fulgores.

E despeço-me da ausência para vivê-lo
nu, entre meus seios róseos, insanos,
pois minha paixão sem ti é engano
entregue ao nada sem derramá-lo.

Vou imersa em ti no meu corpo de rendas,
amarfanhada nesse amor imperfeito
transpirar minha voz no teu peito
entre lençóis, deslizo, sou tua prenda!

Vilma Piva
Direitos Autorais Reservados ®

segunda-feira, 11 de março de 2013

Sem Ti




SEM TI

A lua lá no alto prendeu o brilho
que iluminava minha cidade.
De súbito um céu imenso
se fez escuridão sem estrelas
silenciando pios e passos.
Sombras cresceram no vazio
e ganharam formas sem nexo.
Sem ti, um equívoco me ronda!

Só nas tuas mãos
Ouço a música 
que vem do
 meu coração.



Vilma Piva
Direitos Autorais Reservados ®

domingo, 10 de março de 2013

Solitude de Passarinho


SOLITUDE DE PASSARINHO

Do canto ecoava:
dois prá cá, dois pra lá...

Só, sem mais poder ficar
voou livre prá cantar.

Vilma Piva
Direitos Autorais Reservados ®

sexta-feira, 1 de março de 2013

Perfume e Melodia


PERFUME E MELODIA

De saudade ao peito meu retorna
O carinho saudoso de um beijo só,
Abraçada ao ontem de teu paletó
Encontro hoje o que me entorna.

Pautas de amor, cantigas e dores,
Sonhando-te cravo do meu amor
Vicejas meu chão com destemor
Que até a lua sorri nos bastidores.

E reverberas música e paixão
Sobre o inverno do meu caminho
Onde a primavera vem de mansinho

Reflorir nossos beijos em diapasão,
Banindo meus ares de melancolia,
Na viagem do teu perfume em melodia!

Vilma Piva
Direitos Autorais Reservados ®