Marcadores

Seguidores

sexta-feira, 27 de julho de 2012

Sabor de Ilusão



SABOR DE ILUSÃO

 
É cor, é flor, é marca da paixão.
Meus lábios vermelhos sem espinhos
Ao sabor adocicado da ilusão
Umedecidos de teus carinhos.

É minha vã miragem acordada
Abrindo-se no silêncio da paisagem
Frente à tua boca esperançada
Perfumada na cor de teu jasmim.

É delírio na textura do beijo,
Roubado aroma do meu coração
Tatuando o paladar do desejo

De ter teus olhos nas mãos da ilusão
E tua boca umectante de ensejos
Em meus arroubos de amor e paixão.

Vilma Piva
Direitos Autorais Reservados®

quinta-feira, 19 de julho de 2012

Ébria de Amor



ÉBRIA DE AMOR

É noite clara, amor! A chuva fugiu para longe
E o vento aquietou meus cabelos, sem mágoas,
Provou do amargo das sombras, tal monge,
Coberto de grossas vestes sedento de águas.

É noite clara, amor! Transcende-me a saudade
Naquele aroma de sândalo sobre teu peito,
Aconchegada na vera textura da imensidade
De teu abraço envolvendo-nos em nosso leito.

É noite clara, amor! Auras anunciam madrugadas
E o silencio desce junto ao lastro prateado da lua
Iluminando as janelas de todas as nossas moradas
Clareando -me na cor de teus olhos, semi nua.

É noite clara, amor, e não mais me detenho!
Ébria de amor eu quero amar-te sem demora.
A vida é curta e no coração eu te mantenho,
Cavaleiro amante, meu amor de toda hora!

Vilma Piva
Direitos Autorais Reservados ®

domingo, 15 de julho de 2012

Haicai - Inverno



INVERNO

O vento passeia
Nas ruas do meu inverno
Assobiando de frio.



Neblina e frio
Congela a paisagem.
Tremor e arrepio!



O frio nos apronta
Meias, luvas, gorros de lã,
Ponto à ponto!



Aquece o frio
Chá, café, chocolate,
Leituras a fio!


Vilma Piva
Direitos Autorais Reservados ®

quarta-feira, 11 de julho de 2012

Espelho


ESPELHO

Há lembranças que o espelho não diz
daquele bom tempo em movimento,
restando sonho e pensamento
no reflexo do rosto daquela petiz.

Vilma Piva
Direitos Autorais Reservados ®

sábado, 7 de julho de 2012

Viver sem esperança



O viver sem esperança
é o marasmo que se atrai
ao todo dia sem mudança
numa vida que se esvai.

Vilma Piva
Direitos Autorais Reservados ®

quarta-feira, 4 de julho de 2012

Beijos que Beijei




BEIJOS QUE BEIJEI

Teu beijo envolto de desejos
Molha minha língua de saudades,
Traz de volta o licor que prevejo
Infiltrado em bocas de umidades.

Regressa a vontade de me iludir
Hóspede do teu beijo de amor.
Sonho que nunca mais tu vais partir
Nem nunca mais sofrerei dissabor.

Serei latejos de beijos noite e dia
E em cada momento que desejei
Estar em tua boca de melodia.

Vibro acordada beijos que beijei,
Compondo o céu da nossa poesia
Que em tua boca eu mergulhei!

Vilma Piva
Direitos Autorais Reservados ®