Marcadores

Seguidores

segunda-feira, 28 de março de 2011

Mulher Menina



MULHER MENINA

A claridade dos teus olhos nos meus
Adolesce meu corpo de Novembros...
Mulher/menina... Quanto me lembro!
Seiva na haste do solar dos braços teus.

Na força vital em tropel de cavalgadas
Levito em tuas mãos minha juventude
E no teu peito respiro o amor que pude
E bebo o vinho das regas amadurecidas.

Entre meus seios nos nacos da tua fome
Aponto-te másculo cavaleiro da paixão,
Arrebatador do meu castelo de emoção

A arfar quão grande é o mar do teu nome
No ventre dos meus delírios de coração
Onde amar-te é o gozo em justaposição.

Vilma Piva
Direitos Autorais Reservados ®

domingo, 27 de março de 2011

Ao Luar




AO LUAR

Quando a lua branca
Deita-te em meus braços
E a brisa descobre meu corpo
Encrespado de teus traços
As estrelas luzem, espiam
O arfar das tuas caricias
Rendendo meus seios
Com aromas da noite.

Deliro a esplendorosa luz
No ventre da noite
Num bailado que conduz
Cantar ao vento
O uivo da loba
Enluarada do teu corpo,
Na prata do teu peito,
E me seduz....


Vilma Piva
Direitos Autorais Reservados ®

sábado, 26 de março de 2011

Nox Solaris / Noite Solar


NOX SOLARIS  [ NOITE SOLAR]

O´ noite de veleidades e anseios
no profundo azul do céu a embevecer
sabores das tuas salivas a enlouquecer
minha paixão no teu peito sem rodeios.

E tu vens cantar a noite enluarada
que sonhei em teus braços solares,
num ai que insiste sons de mares
ouvindo noturnos na madrugada.

E cinzelas de arroubos meus lábios,
boca à boca entreaberta aos beijos
e em nossas línguas quentes desejos

que no íntimo frêmito dos meus meios
Respiro o teu gemido querendo entrar
Feérico, ensandecendo brasas de amar.

Vilma Piva
Direitos Autorais Reservados ®

terça-feira, 22 de março de 2011

Danço Contigo


DANÇO CONTIGO

Danço contigo de olhos fechados
A cada nota, cada palavra da canção,
Ritmada aos bailados da emoção
Num mosaico de sonhos alados.

E conduz-me enlaçada em teus braços
Na cadência dos corpos num só compasso;
Acentuas gingas acinturadas ao teu laço
Rodopiando-me desejosa nos teus passos.

E respiro-te próximo da alegria e do prazer
Na música das nossas pernas movendo-nos
Na pista do ir e vir orquestrando-nos
Amantes, sedutores para um só querer.

Vilma Piva
Direitos Autorais Reservados ®

sábado, 19 de março de 2011

Trilhas da Noite ao Dia


TRILHAS DA NOITE AO DIA

Ah......essa vontade que não passa,
Condensa-me num beijo em tua boca
Trazendo-me a face dessa ânsia louca
Acordada nos rituais dos teus abraços.

E me tens plena e nua à luz do teu dia
Raiando-me de amor em meus seios,
Pois amo-te desejoso dos meus meios
Que da cama à mesa és feliz todo dia.

E entrego-me aos açoites do apetite
Abrindo trilhas na tua pele faminta
Crendo nesse amor para que sintas

Batidas aceleradas deste meu coração
Arrebatado em lambidas de excitação
Extasiando-nos ao gozo dessa paixão.

Vilma Piva
Direitos Autorais Reservados ®

quinta-feira, 17 de março de 2011

Haicais / Vento


VENTO

*
O pensamento
ao sopro dos bons ventos
varre o lamento.
*


*
Retorna a brisa
nos cabelos ao vento,
voa o pensamento.

*


*
Vento que sopra
moinhos de pensamentos
faz movimentos.

*


*
Perpassa o vento
Nas folhagens da estação
Terminou o verão.

*


Vilma Piva
Direitos Autorais Reservados ®

quarta-feira, 16 de março de 2011

Frutos do Paraíso


FRUTOS DO PARAÍSO

Num sopro divinal, humano e quente,
Homem, parceiro de Deus da criação;
Guardião que deita as suas sementes
A florir as terras férteis do meu chão.

 Entre carícias de lençóis em beijos
Liberto teus alívios nos meus seios;
Milagre da vida na trama dos meios;
Amor perfeito entre nós sem pejos.

E sobre o altar sagrado da nossa cama
Teu corpo me seduz e me esparrama
Felicidade fecunda da maçã em chamas,

Em júbilos molhados de nossos improvisos
Ardem as sarças terrenas de avisos:
Homem e Mulher - Frutos do paraíso!

Vilma Piva
Direitos Autorais Reservados ®

domingo, 13 de março de 2011

Profano Rosário



PROFANO ROSÁRIO


Dos mistérios da minha boca na tua
Salivo a fé em contas de luxúrias,
Rezo preces ao perdão das injúrias
Beijadas na unção terçã que desjejua.

És bendito fruto deste meu rosário
Em meu peito de rezas e ave marias,
Rogativas por mim e por ti em dias
De pecar por amor neste santuário,

Herege, templo sedutor erigido
No tinto da minha boca e coração
Expõe-me a cruz no cordão redimido

Em santos óleos de vida e paixão,
No culto profano do maior sentido:
Pecar contigo em santa comunhão.

Vilma Piva
Direitos Autorais Reservados ®

sexta-feira, 11 de março de 2011

O Amor


O AMOR

O amor reina, impera,
e nada o supera
sobre todos os sentidos.
É nele que está a totalidade 
das transcendências poéticas. 

 

Vilma Piva
Direitos Autorais Reservados ®

quarta-feira, 9 de março de 2011

Amigo


Amigo é um bem
que a todos convém,
mas nem sempre se tem.

*
Amigo é aquele coração
 que te sabe transparente,
lado à lado com você.
*
Vilma Piva
Direitos Autorais Reservados ®

8 de Março - Dia Internacional da Mulher


PARABÉNS AS MULHERES
DE TODAS AS RAÇAS
E CREDOS!



Parabéns a todas nós
lembrando que todo dia
é Dia da Mulher
no trabalho, na familia,
na crença e na transformação
de um mundo melhor!

Vilma Piva
Direitos Autorais Reservados ®

segunda-feira, 7 de março de 2011

Carnaval, Música e Bandeira



CARNAVAL, MÚSICA E BANDEIRA

Vesti a fantasia da Nação
Prá brincar meu carnaval
No samba-enredo Nacional
Cantei nossa terra no refrão:

Brasil ! Música e Bandeira!
Belezas de cores e emoção
Nas avenidas, ruas e ladeiras,
A maestria de um povo campeão.

Suados, sorrimos ardores
Esquecidos das mazelas
Pisando chãos de estrelas
No asfalto das nossas dores....

Contagiados pela ilusão
Sonhamos princesas e reis,
Melhores dias a cada vez
No canto forte do refrão:

Brasil ! Música e Bandeira!
Belezas de cores e emoção
Nas avenidas, ruas e ladeiras,
A maestria de um povo campeão.

Vilma Piva
Direitos Autorais Reservados ®


BOM CARNAVAL !!

sábado, 5 de março de 2011

Carnaval é Alegria, Festa, Poesia


CARNAVAL É ALEGRIA, FESTA, POESIA

Nos carnavais das avenidas
Dançam sambas e poesias
Frevam passistas nas folias
E  partido alto de alegrias!

Desfilam escolas e fantasias
Gingados ao som das baterias
Remelexos durante três dias
Bandeiras, sonhos e melodias!

Brilham risos e luzes coloridas
Enredos transluzindo vidas
Contando histórias já vividas
Sonham alas nas contrapartidas!

Reúnem cores, cantos e alegorias
Sem distinção marcam acolhidas
De um refrão que não se duvida:
Carnaval é alegria, festa, poesia!


Vilma Piva
Direitos Autorais Reservados ®

Vento da Ilusão


VENTO DA ILUSÃO

O vento feito preito fervoroso
Subjuga meus varais dos medos.
Uiva em balanço e arremesso
os silvos gemidos de teus aedos.

Ele sopra pelos vãos das aberturas
Ritmos de danças em minhas vestes
Que em volteios tremulam cinturas
Em gingados de enleios celestes.

E contigo bailo ao vento da ilusão
Causando-me abraços em perícias
No lençol do teu corpo de paixão
Bamboleando quadris em carícias.

Entregue às lufadas sem medidas
Emaranhas teus açoites ao meu abrigo
De êxtases de amor, sexo e vida,
Ondulando-me colada ao teu umbigo.

Vilma Piva
Direitos Autorais Reservados ®

quinta-feira, 3 de março de 2011

Debaixo da Penumbra



DEBAIXO DA PENUMBRA

Como se o mundo cantasse na minha carne
O fogo do sol em danças de lavas a queimar,
Sonhei-te aos quatro cantos da minha cama
Em febre ardorosa dos lençóis a me tocar.

Debaixo da penumbra da minha pele
Tua boca ardente no meu seio a sussurrar
Palavras molhadas junto do meu corpo
Abraçado ao teu num rito a me desvendar.

Quenturas dançantes em movimentos
Rasgando meus sete véus em sustenidos,
Requebravam reais desejos na tua clave
Regente do meu ventre num gozo derretido.

De amor e tesão em frenesis ensandecidos
Num só corpo em labaredas de alucinação
Sentindo-te explodir no meu calor incendiário
De odalisca toda nua no teu corpo de paixão.

Vilma Piva
Direitos Autorais Reservados ®