Marcadores

Seguidores

sábado, 16 de abril de 2011

O Tempo passa



O TEMPO PASSA

O tempo passa e a noite vai caindo,
e a velha mesa no centro da sala
ouve a farra dos sorrisos infindos
e lamentos que medraram a cor opala
nas paredes tintas de céu e cabala.

Ao lado, uma cristaleira de guardadas
festas, brindes de cristais em alianças
de belas promessas, hoje tilintadas
por silencios sem brilhos ou nuanças.

Quantas lembranças vem à memória
entalhada no tempo sem escalas,
naquela mesa e no grafite da história
da minha mocidade no centro da sala.

Vilma Piva
Direitos Autorais Reservados ®

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo carinho da sua leitura!
Deixe seu comentário, ele é muito importante!