Marcadores

Seguidores

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Quando me Tocas



Quando Me Tocas

Quando me tocas um mundo novo acontece,
E à  minha volta tudo ganha cores densas.
O azul é mais azul e o céu estremece, aquece,
As linhas de nossas mãos que se fazem sentenças.

Quando me tocas meus lábios entorpecem!
Minha pele arrepia e um fulgor nos condensa
Ao ritual do amor daqueles que se amam, se atraem,
E se entregam às danças de chamas  intensas.

Quando me tocas o meu corpo rejuvenece,
Tudo em mim se alerta , trança e destrança
Sonhos pelas reentrâncias que ensandecem.

Sou toda sentidos e a paixão me adolesce
Faz-me rodopiar em danças e contradanças.
Quando me tocas um mundo novo acontece!


Vilma Piva
Direitos Autorais Reservados ®


4 comentários:

  1. No creo que haya comprendido bien todo lo que expresas en el soneto, pero sí que me he hecho una idea. Ya el hecho de atreverte con un soneto tiene su mérito y por eso me descubro y te invito a que sigamos intercambiando comentarios. Un beso

    ResponderExcluir
  2. um soneto cheio de amor e sensualidade.
    muito belo.
    :)

    ResponderExcluir
  3. Aos toques eis que surge a poesia da entrega.
    Cadinho RoCo

    ResponderExcluir

Obrigada pelo carinho da sua leitura!
Deixe seu comentário, ele é muito importante!