Marcadores

Seguidores

domingo, 14 de julho de 2013

Noite Peregrina



NOITE PEREGRINA

Esse teu pensamento me emociona,
pois ouço teu hino ao coração
cantando ao longe o que tensiona
as cordas das rimas em louvação.

Acreditas em minha alma, em mim,
[traduzida mostra transparente]
neste meu amor por ti, sem fim,
em sonho vívido profundamente.

Debruço-me à lua olhando o céu
exilada ao infinito deste amor;
ao sentimento que retira o véu

cortada por um grito dominador,
digo ao meu silencioso mundéu:
- Sou tua noite peregrina de amor!

Somos amorosamente ardentes,
parceiros do amor em corpos amantes!

Vilma Piva
Direitos Autorais Reservados ®

terça-feira, 9 de julho de 2013

Interioridades


INTERIORIDADES

Do meu interior trago coisas simples da vida
como essa luz que atravessa a tarde preguiçosa
para descansar na noite dos teus braços.

Trago  água fresca das fontes e o suave mistério
povoado de sonhos nascedouros de um beijo
tão claro, como  todas as vezes em que  o dia me abriu.

Ofereço-te  meu campo  de girassóis, sombra e sementes,
colheitas  que chegam e ardem encantos para teu rosto
aderente ao sol que  ora me chama e me lavra em poesia.

Vilma Piva
Direitos Autorais Reservados ®

sábado, 6 de julho de 2013

Noite



NOITE

Molha a boca da noite 
O agridoce do olhar 
Com sabor de deleite.

*


Morena rosa
Vestiu de pensamentos
O azul da noite.

O céu da noite
Brilhou entre colunas
Róseas estrelas

*
Noite Morena
Adolesce cintilante
À luz da aurora.

*

Vilma Piva
Direitos Autorais Reservados ®


quinta-feira, 4 de julho de 2013

Fuga



Sobre o olhar posto
a palavra fugiu da dor
sob um passado deposto.


Vilma Piva
Direitos Autorais Reservados ®