Marcadores

Seguidores

quinta-feira, 4 de abril de 2013

Corpo do Desejo


CORPO DO DESEJO

Ainda que seja eu a brisa comovida
Que treme flutuante ao sopro do vento,
Envolvo-me de teu corpo  sem medida,
Enlaçada ao teu esvoaçante pensamento.

Sopras em mim a canção mais emotiva
Em gesto que seduz  meu louco intento
De sonhar meu corpo igual ao que te cativa
Na carne do desejo que por ti eu acalento.

Um pouco a cada dia tu virás a meu contento
Deixar-se em minha boca em umidade ativa
Trazendo teu peito nu ao delito e esquecimento

De não ser apenas sonho num corpo à deriva
Mas sim a sedução conspirada que num rebento
Faz brotar arrepios na minha pele sensitiva.


Vilma Piva
Direitos Autorais Reservados ®

11 comentários:

  1. Muito Lindo! Suas poesias me encantam querida. Parabéns! Sou seu fã! rsrsrsrs

    ResponderExcluir
  2. um soneto perfeito.
    estás de parabéns por este belíssimo trabalho.
    um beijo

    ;)

    ResponderExcluir
  3. Romanticamente lindo!
    Tem grande significado:..."Um pouco a cada dia tu virás a meu contento"...
    Bj. Célia.

    ResponderExcluir
  4. Sensualidade e beleza em seus versos.Parabéns.

    ResponderExcluir
  5. De uma sensualidade sutil e muito intenso... uma delícia de soneto. Bjus querida.
    => Gritos da alma
    => Meus contos
    < => Só quadras

    ResponderExcluir
  6. Sempre simpatizo com sonetos com apenas um par de rimas.

    ResponderExcluir
  7. Olá querida Vilma,

    Delícia de versos...

    Bjos

    ResponderExcluir
  8. (⁀‵⁀,) ✫✫✫.
    .`⋎´✫✫¸.•°*”˜˜”*°•.✫
    ----------------Boa tarde!!!!
    Vilminha minha querida, que belas
    palavras, é muito bom ler suas poesias
    Deixo um abraço de bom final de semana
    Bjuss
    Rita!!!!
    (⁀‵⁀,)
    .`⋎´

    ResponderExcluir
  9. Que belo este soneto... Parabéns, amiga poetisa!

    ResponderExcluir
  10. Belo soneto, excelente construção! Parabéns!

    ResponderExcluir

Obrigada pelo carinho da sua leitura!
Deixe seu comentário, ele é muito importante!