Marcadores

Seguidores

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Concerto para um Coração



CONCERTO PARA UM CORAÇÃO

Canta coração, canta mais feliz!
Tenho teu pulsar na minha mão
Entre contornos e riscos de giz
Traçando sonhos na tua canção.

És imperial, reino da minha praia!
O triunfo de viver o amor meu,
Orquestrando-me pronta atalaia
Na pulsação de cantante plebeu.

És templo e bússola, és meu guia!
O fluxo sensível do sentimento
Desde a inocência que me antevia

Revelada de amor, pleno ungüento,
Arrebatador dos acordes da poesia
Maestro do meu riso e lamento.

Vilma Piva
Direitos Autorais Reservados ®

23 comentários:

  1. Tâo maravilhoso, quanto cativante este poema de amor... Aplausos poetisa!

    ResponderExcluir
  2. Encantador e romântico, como é o amor. Lindo querida, bjinhos pra ti.

    ResponderExcluir
  3. Concerto nobre, do coração à batuta dos anjos! abraços

    ResponderExcluir
  4. Lindíssimo esse concerto do amor!
    Beijos e bom final de semana!
    mariangela

    ResponderExcluir
  5. Un concepto hermoso Vilma, felicidades por tus letras.Que tengas un lindo fin de semana.Bss

    ResponderExcluir
  6. Vilma,
    Sua inspiração é arrebatadora, é de inebriar ler suas criações.
    Boa semana, minha cara amiga.

    ResponderExcluir
  7. Bela postagem poetisa. Um lindo e feliz fim de semana

    ResponderExcluir
  8. El triunfo de vivir por el amor! Realmente inspira a un concierto, muy lindo!
    saludos,

    ResponderExcluir
  9. Olá Vilma, bom dia!
    Venho, com muita satisfação, lhe comunicar que foi feita hoje a sua apresentação no 1º Contos e Prosas. Espero que lhe seja do agrado.
    Um abraço e até mais!

    ResponderExcluir
  10. Es precioso Vilma. Feliz domingo.

    Un abrazo

    ResponderExcluir
  11. Vilma!
    Parabéns pelo conto em "Vendedor de Ilusão" e pelo blog!
    Li e gostei. Belos poemas e "concertos para alma e coração"!
    Abraço, Célia.

    ResponderExcluir
  12. um soneto, muito bem rimado, terno e bonito.
    Boa semana.
    Um beijo.

    ;)

    ResponderExcluir
  13. Que lindo! Bravo, Vilma! Belo trabalho!
    Um beijo no seu coração,
    Martha

    ResponderExcluir
  14. Amiga hoje vim te oferecer um mimo, passe em minha página, e receba-o com meu especial carinho, pela minha amizade por este tempo lindo de convivência aqui na blogosfera. Admiro seu trabalho, me deleito em seus poemas! Que o dia de hoje te abrace e leve até você a minha amizade sempre.
    Beijos
    Clarice Moreno

    ResponderExcluir
  15. Vim do "Vendedor de Ilusão" para conhecer o seu blogue. Não me surpreendi com os belos poemas. Aquele conto denuncia a poetisa que está por trás dele.
    Gostei.
    Um abraço e uma boa semana

    ResponderExcluir
  16. "Amar é saborear nos braços de um ente querido a porção de céu que Deus depôs na carne." Assim Vitor Hugo falou sobre o amor...e pra quem ama, o paraíso é onde seu amado está.
    Belíssimo poema! Agradecemos a sua visita, Vilma!

    Bíndi e Ghost

    ResponderExcluir
  17. Oi Vilma
    Minha primeira vez por aqui e já vou ficando. Amei o blog, e seu poema... me deixou sem palavras. Simplemesmente maravilhoso! Juntou música, algo que faz parte da minha vida, porque tenho um filho músico e mar, eu amo o mar com o amor, o amor é tudo de bom. Parabéns!
    Bjos. Fique com Deus.
    http://ashistoriasdeumabipolar.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  18. Oi Vilma,
    Vim te convidar para vr a minha postagem de hoje...é um testemunho.
    bjs,
    Martha

    ResponderExcluir
  19. Olá amiga Vilma!

    Tudo bem?

    Desculpa a demora, mas estou aqui hoje.
    Gostei da poesia, dava uma melodia linda. Parabéns!
    Estou a seguir-te.

    Um beijinho,

    Cris Henriques

    http://oqueomeucoracaodiz.blogspot.com

    ResponderExcluir
  20. Parece que um sabiá mora
    no teu coração
    e que teus dedos inspirados
    respeitam as rimas
    o soneto é belo
    Eu que vivo me embriagando
    de poesias
    penso numa mistura de
    Olavo Bilac e Eugénio de Castro
    mas não
    é teu soneto mesmo
    que tem o sabor de um licor
    selvagem
    que me embriaga
    de um doce delírio

    Luiz Alfredo - poeta

    ResponderExcluir
  21. Lendo sua bela poesia temos a nítida imprensão que em seu coração reside uma harpa...
    beijos,

    ResponderExcluir

Obrigada pelo carinho da sua leitura!
Deixe seu comentário, ele é muito importante!