Marcadores

Seguidores

sábado, 30 de junho de 2012

Lágrima


LÁGRIMA

Num olhar diferente
nasce a lágrima que traduz
o frágil amor da gente,
desesperançado, sem luz!

*

Desliza pela face
tristes gotas de adeus
à paixão que sem disfarce
 amava um semideus!

*
Vilma Piva
Direitos Autorais Reservados ®

18 comentários:

  1. Vilma....Um lindo poema triste!!

    Um bj..bom final de semana a vc!!

    ResponderExcluir
  2. São lembranças molhadas
    que na face adormecida
    escorrem como abençoadas
    a lavam nossa alma ferida.

    Uma boa noite amiga,inspiração para uma linda construção,que inspira,nas lagrimas que escorrem.
    Um abraço de paz e luz.
    Bjo.

    ResponderExcluir
  3. Esta permissão de amar semideus é perigosa demais. Ou será atrevimento de quem ama o amor?
    Cadinho RoCo

    ResponderExcluir
  4. Lindo. Lindo., Vilma.

    Um lindo domingo para você.
    bjs.

    ResponderExcluir
  5. Como pode com tão poucas palavras dizer tanto? Adorei!!!
    Grata por visitar meu outro blog Blogueiros que Pensam, muitos blogs legais tem sido divulgados por lá.

    ResponderExcluir
  6. "O frágil amor da gente*...
    Triste mas real, amava e ainda amo um "semideus(?)
    "Deus me proteja! como dizia um cantor q só cantava o amor e tu só escreves de amor, poetisa.
    Esse poema "tocou-me; 'lágrimas de adeus são constantes em minha vida*
    Mery* / boa semana pra ti.
    beijinho

    ResponderExcluir
  7. Boa noite querida amiga Vilma. Lágrimas por um homem? Nenhuma mulher merece derramar uma única lágrima por um homem... a não ser que seja seu filho. Saudades minha amiga, quem sabe um dia eu possa lhê visitar como estou fazendo nesse momento na casa da nossa amiga Imaculada. Um grande beijo, continue viajando comigo, em breve estarei em Bonito. Fique com DEUS. Tenha uma ótima semana.

    ResponderExcluir
  8. Parabéns pelo blog, pelo talento e pela expressividade textual.

    ResponderExcluir
  9. Olá,

    Belas palavras doídas....(lindo)

    Bjos

    ResponderExcluir
  10. .


    Falando assim eu posso
    até me apaixonar.
    - Me apaixonar pela beleza
    dos versos. Pela coerência
    das cores e o sentido da se-
    mente.

    Palhaço Poeta






    .

    ResponderExcluir
  11. Vilma! Que poesia tão triste, mas linda! Ninguém deveria sofrer por amor! Obrigada pelo carinho e pela presença sempre constante! Espero teu voto..... Uma abençoada semana, repleta de muita paz e alegria! Grande e carinhoso abraço!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Vilma querida Poeta a sua poética é luz de estrelas tão belas e sensíveis.A lágrima em tuas mãos é pura poesia!
    Quadras magistrais !
    um beijo de violetas

    ResponderExcluir
  13. Vilma seus poemas são lindos, versos tristes com estrofes de amor, eu gosto... o amor é lindo, é o sentimento mais contraditório que existe!!! Ele por muitas vezes nos sofrer, mas nos faz sentirmos viva, e isso é maravilhoso.
    Obrigada minha amiga por sua visita em meu espaço!
    Beijos
    Clarice Moreno

    ResponderExcluir
  14. Dia de alegria, dia de glória, dia de vivenciar cada minuto e guardá-lo como um precioso tesouro.
    Deus com seu infinito poder está em toda parte,
    ao meu redor dentro de você e dentro de mim..
    Hoje estou duplante feliz meu liro mal
    acabou de nascer.
    E as 18.48 horas e quarenta e oito minutos
    inicio da noite de ontem nasceu minha bisnetina(LARA)
    Venho compartilhar contigo minha felicidade.
    O nascimento do meu livro foi muito emocionate,
    mais o nascimento da minha bisneta isso
    não da para descrever.
    Deus abençoe sua semana.
    Carinhosamente.
    Evanir.

    ResponderExcluir
  15. Um adeus também é um novo amanhecer que certamente trará um sorriso que secará a lágrima.Lindo poema.Parabéns pelo seu espaço, já te sigo.Beijos.

    ResponderExcluir
  16. Belíssimo Blog, encantadores poemas!
    Seguindo você!
    Bjos.

    ResponderExcluir
  17. ola - perdi totalmente o meu blog anterior, inclusive o domínio. precisei abrir este novo. Ao invés de "caminhos" agora é "caminho" se desejar inscrever-se agradeço. obrigado abraços lamarque

    ResponderExcluir
  18. Eh! poeta
    teus poemas curtos demais
    parece que não precisas
    de tantos versos
    para mexer nossas vísceras
    e alma
    versos de profunda paixão
    que ferem nossa pele
    e deslumbra nosso olhar

    poemas mui belos

    Luiz Alfredo - poeta

    ResponderExcluir

Obrigada pelo carinho da sua leitura!
Deixe seu comentário, ele é muito importante!