Marcadores

Seguidores

domingo, 23 de outubro de 2011

Cativa de Órion



CATIVA DE ÓRION

Guardo-te comigo, assim, sozinha,
Sonhando-te pela imensidão a luzir
Teus olhos estelares no céu a cingir
Piscares de solidão à estrela minha.

Rútilo céu em teu peito constelado
Irradiado no centro de minha alma
Fixa na noite lenta da minha calma
A querer-te reluzente Órion estrelado.

Em íntimas íris na sintonia dos olhares
Presos à hipnose que cintilas, transluz
O sidério em nossas pálpebras comovidas,

Espargindo lúminas dos nossos corações
Prisioneiros da luz que prende e conduz
Ao sonho revelado: Sou tua estrela cativa!

Vilma Piva
Direitos Autorais Reservados ®

Um comentário:

  1. Sua poesia é mais uma preciosidade pela ternura que escreves...
    Bjs minha linda flor de primavera!

    ResponderExcluir

Obrigada pelo carinho da sua leitura!
Deixe seu comentário, ele é muito importante!