Marcadores

Seguidores

domingo, 21 de agosto de 2011

Maré Cheia


MARÉ CHEIA

Tuas mãos indecentes tocam meus seios!
Devassam minhas vestes, rasgam delírios
Que por baixo dos panos eu me bandeio
Impudica ao prazer da carne em martírios!

Ah... estremeção desejosa dos meus picos!
Dos meus bicos em teus dedos libertinos,
Loucos, lúdicos a me massagear empinos
De paixão à tua palma em linhas que vivifico!

Despudoradamente invadida por tuas mãos
Sequiosas, sedutoras em meus labirintos,
Desvendando o cerne do gozo e da atração
No quanto te quero em meus instintos!

E te trago aportado, inundado de avanços
Junto ao meu ventre em marés cheias,
À flor das águas dos desejos, em balanços
De ondas espraiadas por toda minha aldeia!

Vilma Piva
Direitos Autorais Reservados ®

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo carinho da sua leitura!
Deixe seu comentário, ele é muito importante!