Marcadores

Seguidores

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Brisa da Noite


BRISA DA NOITE

A brisa da noite é asa no silencio
Coroando de frescor o colo meu,
Lembrando teu vento que prometeu
Arejar todo meu corpo ainda que tardio...

Lufadas acarinham meus cabelos
Cheios das noites em teus ombros.
Meus olhos perdidos, dois assombros,
Acastanhados reféns de teus apelos.

Tremulam rendas, piscam ansiedades,
E meus panos se desprendem da cintura
Onde deixaste teus beijos sem curas,

Tão marcados de paixão e amorosidades
Que a doce brisa que passa me tortura,
Querendo-nos bem perto em aperturas!

Vilma Piva
Direitos Autorais Reservados ®

5 comentários:

  1. Vilma querida!!! como teu blog está lindo!!!
    esse poema então!? um primor, um conjunto bonito e muito harmonioso!
    Parabéns e siga enfeitiçando o mundo com sua poesia!!!
    grande beijo e todo carinho, Elaine

    ResponderExcluir
  2. Olá Vilma!
    Procurei um lugar para segui-la, mas não encontrei, você disse que me estava seguindo, mas não a vejo por lá.
    Bela Brisa, com uma linda foto a acompanhar, e convidar a ficar mais um pouco.

    José.

    ResponderExcluir
  3. Olá

    Seja muito bem vinda a blogosfera!!
    Belíssima estréia!

    Abraços :)

    ResponderExcluir
  4. Ah querida amiga, receber tua visita é homenagem nobre e importante. Talentosa poetisa, sonetista sem igual, aprendo com você, obrigado por ler meus humildes versos! Aplausos para tuas composições! Beijo no coração! Até breve! Gigio Jr.

    ResponderExcluir
  5. Linda essa sua poesia!
    "Boa Noite" já é sucesso. Parabéns!

    Muito lindo esse seu cantinho precioso, amei!
    Virei sempre aqui e ficarei feliz com a sua visita.
    Beijos e fique com DEUS!

    ResponderExcluir

Obrigada pelo carinho da sua leitura!
Deixe seu comentário, ele é muito importante!