Marcadores

Seguidores

sexta-feira, 15 de julho de 2011

Delícias dos Instantes


DELÍCIAS DOS INSTANTES

Aos ventos murmurantes debrucei
meu amor, aos teus braços de aconchegos,
da minha boca os beijos que te dei,
abraçada ao teu corpo de chamegos!

Delicias que ditaram meus momentos
ao nos restar romances sem resguardos,
embalados na vaga voz dos ventos
que varreram as vozes dos pecados.

Volto a te amar deliciosamente,
acampada no corpo de nós dois,
no leito lasso do amor da gente!

Enquanto amamos lesto e lentamente,
vamos vivendo a vida sem depois,
vamos vivendo instantes, simplesmente!

Vilma Piva
e
Odir Milanez da Cunha
Direitos Autorais Reservados ®

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo carinho da sua leitura!
Deixe seu comentário, ele é muito importante!