Marcadores

Seguidores

domingo, 3 de abril de 2011

Fogo de Luz


FOGO DE LUZ
Rondel -XVI

Fundamenta meu corpo ao fogo de luz
Lampejante no obscuro do corpo teu
Em preciso contraste que me induz
Resplandecer nossas nudezas do breu.

Forjas-me labaredas e o ardor luciluz
Da tua boca sequiosa no seio meu
Em quentes loucuras que me seduz
Lampejante no obscuro do corpo teu.

Entre claro e escuro teu corpo reluz
Incandescido do meu que ensandeceu
Minhas pernas desejosas e me conduz
Introduzi-lo à paixão que nesse apogeu
Fundamenta meu corpo ao fogo de luz.

Vilma Piva
Direitos Autorais Reservados ®

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo carinho da sua leitura!
Deixe seu comentário, ele é muito importante!