Marcadores

Seguidores

domingo, 27 de março de 2011

Ao Luar




AO LUAR

Quando a lua branca
Deita-te em meus braços
E a brisa descobre meu corpo
Encrespado de teus traços
As estrelas luzem, espiam
O arfar das tuas caricias
Rendendo meus seios
Com aromas da noite.

Deliro a esplendorosa luz
No ventre da noite
Num bailado que conduz
Cantar ao vento
O uivo da loba
Enluarada do teu corpo,
Na prata do teu peito,
E me seduz....


Vilma Piva
Direitos Autorais Reservados ®

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo carinho da sua leitura!
Deixe seu comentário, ele é muito importante!