Marcadores

Seguidores

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Amor Medroso


* MOTE em décimas do Poeta Odir Milanez da Cunha
"Não há amor proibido,
Mas existe o amor medroso."


AMOR MEDROSO - Décima

Há o amor que desespera
Rasgando-se aos pedaços
Como aquele sem abraços
Que entre cacos houvera.
Há amor rubro que impera
Na face do sonho ditoso,
No estriar mais ardoroso
De um sonho compartido:
*Não há amor proibido,
Mas existe o amor medroso.

Vilma Piva
Direitos Autorais Reservados ®

3 comentários:

  1. poderosa amiga Vilma!!
    que delicado recanto poético. Nos dias de hoje tão difíceis na comunicação, encontrar um local assim é um presente dos deuses!
    Que Baco em sua infinita elevação te presentei com as melhores inspirações!

    Um beijo carinhoso e grande prosperidade,
    Elaine

    ResponderExcluir
  2. Elaine amigona querida!!
    Obrigada por apreciar meu espaço e deixar aqui registrado tão gratificantes palavras que me valem como um premio !
    Você é o que digo: "Compartilhar com amigos é gostoso porque há um bem mais precioso."
    E que os sagrados e profanos anjos sempre digam amém às minhas tentativas péticas.!
    Beijos,
    Vilma

    ResponderExcluir
  3. Vilma,adorei seu blog,por favor poderia entrar em contato comigo!
    marcinha6828@hotmail.com

    ResponderExcluir

Obrigada pelo carinho da sua leitura!
Deixe seu comentário, ele é muito importante!