Marcadores

Seguidores

sábado, 11 de dezembro de 2010

No Corpo da Noite


NO CORPO DA NOITE
- Rondel III

No corpo da noite o sol não me priva
Das horas luminosas por te encontrar
Tentando-me chamas em carne viva,
Face de sol, dia claro a me chamar.

Nos meus seios de luminas a marejar
Fulgores em suores de paixão ativa,
No corpo da noite o sol não me priva
Das horas luminosas por te encontrar.

À luz da noite, irradiado ele me criva
Teu claro peito em lençóis de abrasar,
Marés cheias no meu corpo de Diva,
Translúcida, gozoza a nos transbordar.
No corpo da noite o sol não me priva!

Vilma Piva
Direitos Autorais Reservados ®

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo carinho da sua leitura!
Deixe seu comentário, ele é muito importante!