Marcadores

Seguidores

domingo, 5 de dezembro de 2010

Amor Maduro


AMOR MADURO

Teu amor é sábio nos meus dengos
Fazendo gemer meus lábios de baton,
Na cor do outono, sabor de bombom,
Na paisagem indócil aos verdolengos.

Amadurecido nas cores do velho amor
Vitalizas o sabor e a maciez da avelã
Que sabe do hoje, ontem e amanhã,
E que num beijo arde o doce frescor.

E o dia nasce para o ruflar de afagos
Nas asas contentes do feliz sorriso
Sonhando o sol no reflexo que trago

Em meu rosto maduro, marcas diviso,
Nesse estar de novo em teu doce abrigo
Amando a felicidade quase sem juízo.

Vilma Piva
Direitos Autorais Reservados ®

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo carinho da sua leitura!
Deixe seu comentário, ele é muito importante!