Marcadores

Seguidores

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

A Voz do Poema


A VOZ DO POEMA

A voz do Poema é sussurro mágico
Impresso no corpo da folha branca
Sonorizando o que é belo ou trágico
No audível mundo que a destranca.

É o motivo e o presente do Poeta
Na audição das noites silenciosas,
Orquestrando-se na fala do esteta
Cantigas de estar em ruas calorosas.

É o som que flagra um olhar e um sentir
Que expande e abrange de emoção
Cada verso de uma estrofe a cingir.

É o altar do pensamento e coração,
A melodia na voz do hoje e do advir,
É o etéreo ao toque de um condão.


Vilma Piva
Direitos Autorais Reservados®

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo carinho da sua leitura!
Deixe seu comentário, ele é muito importante!